Nascido em Castro Verde vai para 20 anos, Dário destacou-se em 2009 por ter lançado um disco de tributo ao seu ídolo (Tony Carreira), e por ter participado também num conhecido concurso de televisão. Agora com uma vida dividida entre Lisboa e Olhão, para continuar a alimentar o sonho de um dia poder editar disco de temas inéditos.

Aos 14 anos começou a perceber que a relação com a música era mais forte do que o normal. No entanto, a sua timidez limitava-o ás paredes da sua casa, pelo que os seus pais tiveram que dar um “empurrãozinho”, incentivando-o, para a cantar em público.
Mas a estreia a solo, ainda teria que esperar, precisava de tempo para amadurecer. Para pensar se cantar era mesmo o que queria. Tinha de estar confiante no que iria fazer. Começar uma carreira é um passo arriscado. Inicialmente começou por cantar em arraiais, no intervalo das actuações dos artistas principais. Até que ganhou coragem e decidiu-se a gravar um CD de versões, que felizmente conseguiu.

Devemos avançar apenas, quando temos a certeza que é mesmo isso que queremos fazer da vida. Implica muitos sacrifícios. E a alegria ainda foi maior foi quando a rádio local de Castro Verde o emitiu. E foi desta forma, que depois de o terem escutado, foi convidado para realizar espectáculos de tributo a Tony Carreira.

Mais tarde num concurso de televisão apresentado por Herman José teve a oportunidade imitar o seu ídolo de sempre e mostrar o seu valor a mais pessoas. Talvez o alcance da televisão e a responsabilidade de imitar o cantor que admira, tenham sido os grandes responsáveis pela mudança da sua vida. Mas segundo o Dário, “valeu a pena. É bom saber que posso reviver o sonho, cada vez que piso o palco”.
Dário, lançou dia 25 de Fevereiro de 2010 o seu Álbum de inéditos onde mostra o poder da sua voz, cantando canções que fazem sonhar, com o titulo Preciso de ti, do qual se destacou o grande sucesso para sempre teu, entre outros.

No ano seguinte laça outro álbum com o nome Quero amar-te… do qual sairam vários êxitos tais como o se tu soubesses, nos braços dele e mesmo mentindo ….entre outros.

Mas o artista tem os pés bem assentes, garantindo-nos. “Que o importante é aproveitar cada segundo desta oportunidade e daqui retirar forças para continuar a acreditar no sonho. Sobre as suas canções. Se o Tony Carreira me fez sonhar com as músicas dele, agora talvez também eu consiga fazer alguém sonhar com as minhas.
Em Palco o Dário apresenta-se com a sua banda composta por bateria teclas cordas e metais e tambem 1 ou 2 elementos como back vocals .

“Cada um é para o que nasce e eu nasci para cantar”. In Dário