Lisboa é o ponto de partida mas os Fonzie já deram a volta ao mundo mais do que uma vez mostrando a 4 continentes que de Portugal sai mais do que fado e seus derivados. Que por cá há electricidade em guitarras rasgadas e refrões na melhor linha rock.

Mas quanto mais eram aplaudidos por esse mundo fora mais os Fonzie cimentavam Portugal como a base de inspiração. Não foi por isso de estranhar que, após 14 anos a calcorrear o planeta sobre 4 álbuns cantados em inglês, se optasse pela língua materna para o 5º álbum. Foi como se cada álbum fosse um pneu da carrinha que os transportou pela Europa, Américas do Norte e Sul, Japão e Austrália enquanto o sobressalente recolhia saber, experiência e emoção. E em 2010 o que se conclui é que não só nenhum pneu está gasto ou careca como também o sobressalente ganhou rodagem e quer ser usado.

O resultado está em “Caminho” o 5º álbum dos Fonzie que está nas lojas a partir de 27 de Setembro. São 12 canções em português num dos discos mais aguardados pela comunidade rock de Portugal. “A Tua Imagem”, “Caminho” e, mais recentemente, “A Grande Queda” são os 3 singles que nos últimos 18 meses têm apresentado este novo ciclo dos Fonzie. O segundo numa história de coragem e humildade, exemplo genuíno de que a amizade e o espírito de sacrifício são as traves mestras de uma crença que os Fonzie vivem há 14 anos: a do rock’n’roll.